Sobre

Desde o final do século XIX, a humanidade vem evoluindo vertiginosamente nas ciências e tecnologia. E a partir dos meados do século XX o desenvolvimento das atividades nessas áreas foi incrivelmente rápido.

E agora, no século XXI, deixamos de viajar a cavalo para termos o nosso próprio jatinho particular. Deixamos de escrever cartas que levavam dias para serem recebidas, para digitar e-mails e mensagens online, entregues em segundos. Pouco ou nada sabíamos a respeito do que acontecia na cidade vizinha, muito menos o que ocorria do outro lado do mundo, mas agora vivemos em uma globalização, que, através de uma simples palavra pesquisada pela internet, nos é possível obter informações atualizadas em segundos sobre qualquer assunto e nos manter interligados através de conexões com pessoas em todos os cantos do planeta. E assim ocorreu também com relação à alimentação, à vestimenta, à moradia e a todas as áreas das necessidades humanas. 

No entanto, nos descuidamos do mais importante: a sobrevivência do planeta e de todas as suas espécies, incluindo nós mesmos. 

O intelecto fez o homem acreditar-se auto suficiente o suficiente para dominar, explorar e negligenciar todas as outras formas de vida no planeta. Com o entusiasmo das frequentes conquistas tecnológicas, o homem passou a se considerar o único senhor capaz de suprir a si mesmo e a todos, sem levar em conta a interdependência física e espiritual existente na natureza. 

As matas e florestas foram devastadas. Os lagos, rios, mares e oceanos tiveram suas águas poluídas e contaminadas. O ar foi envenenado com gases e produtos tóxicos utilizados nas plantações. Os animais silvestres e marinhos, perderam seu habitat natural e os domesticáveis passaram a ser tratados como mero produtos de consumo, sem nunca se levar em conta seus sentimentos e consequentes sofrimentos. 

Agora todos os recursos naturais de nosso planeta estão se esgotando e precisamos nos conscientizar disso. 

E o objetivo deste blog é, justamente, reunir todas as informações, questionamentos e ideias relacionadas à preservação do planeta e de todas as suas espécies, para compartilhá-las e publicá-las em uma única fonte acessível a todos que estejam dispostos a se conscientizar e mudar a si mesmos para recriar o mundo, para através de novas atitudes e posturas, restaurá-lo e deixá-lo melhor para as futuras gerações. 

Todos que tiverem esse mesmo ideal serão muitíssimos bem vindos! 

Cida Pereira