HORTAS URBANAS EM CALÇADAS…

O prefeito de Curitiba (Paraná), Rafael Greca, recebeu nesta semana os responsáveis pela horta cultivada no Cristo Rei, Ricardo Leinig e Márcia Steil, e pelas bananeiras plantadas no Hugo Lange, Vanderlei Lozano Silva. Todos haviam sido denunciados por moradores da cidade por cultivar em espaços públicos. Na reunião, o prefeito anunciou que vai criar nova…

via Curitiba libera cultivo de horta na calçada e vai regulamentar prática — CicloVivo

Anúncios

CADA UM FAZENDO A SUA PARTE PELO MEIO AMBIENTE…

environmental-protection

Como Preservar a Natureza

Por Cultura Mix em Natureza

O meio ambiente está precisando urgentemente de ajuda. Todos devem ter em mente que preservar a natureza significa melhor equilíbrio ecológico e consequentemente do Planeta Terra.

O Brasil é o país que possui maior diversidade em todo o mundo, e por este motivo deveria estar na liderança da luta mundial contra a degradação ao meio ambiente e preservação da natureza. A melhor forma de manter a natureza preservada é mantê-la intocada, desenvolvendo-se sozinha de acordo com as condições climáticas naturais. No entanto, a humanidade é extremamente dependente das matérias-primas da floresta.  Neste sentido, como você pode preservar a natureza?

Consumo Sustentável

A natureza deve estar enraizada nos sentimentos dos cidadãos. A forma de consumo representa grande chave para que empresas entendam de forma legítima que é necessário preservar a natureza.

Veículo e Caronas

Evite andar de carro, pois o combustível gerado na atmosfera prejudica a ecologia de forma tamanha, que até mesmo a camada de ozônio é afetada, sem contar que a exploração do Petróleo pode causar diversos problemas na atmosfera, gerados naturalmente ou pelo efeito do homem.

Como-Preservar-a-Natureza-3
Como Preservar a Natureza

Neste sentido, por mais que os transportes públicos do país sejam desqualificados para realizar viagens, é melhor optar por eles. Mais pessoas dentro de um veículo terrestre significa menos combustível na atmosfera, e consequentemente maior nível de preservação. Justamente por este motivo que é muito importante dar ou pegar carona. Dividir o combustível junto com todos os presentes no veículo simboliza antes de tudo dividir a responsabilidade ambiental.

Lixo Seletivo

O lixo seletivo também faz parte das lições primordiais sobre  como um cidadão pode preservar a natureza. Hoje em dia não existem tantos lixos seletivos como seria necessário, mas os elementos tóxicos ficam misturados, tornando muito difícil o processo de reciclagem.

Quem não tem este tipo de lixo no apartamento, deve solicitar reunião com o síndico no intuito de implantar a coleta de lixo seletivo. Ficar na dependência de que o Estado vai colocar lixo seletivo nas imediações da sua rua não representa uma saída interessante neste âmbito de discussão.

De Olho Na Crise Da Água

Apenas 05% da água existente no mundo são do tipo doce, consequentemente própria para o consumo potável.

Estatísticas apontam que caso o desperdício continue até o ano de 2030, o consumo por cada habitante no mundo deve reduzir para 30%. Justamente por este motivo que é sempre indicado evitar o desperdício de água, por isso não tome banhos longos e jamais deixe a torneira aberta. Lembre-se de que água é vida.

A constituição diz claramente que a natureza pertence a todos os cidadãos cuja nacionalidade é brasileira. Justamente por este motivo que todos os brasileiros devem participar da preservação da natureza, agindo como cidadão sustentável, denunciando todas as formas de exploração ilegal e aconselhando toda a sociedade em relação à educação ambiental.

Como Preservar a Natureza

Até não muito tempo atrás, nós não tínhamos o hábito de preservar a natureza, inicialmente por falta de conhecimento dos problemas que poderiam ser acarretados no futuro. O grande problema é que esse tal futuro chegou, e agora sentimos na pele a importância de se preservar a natureza. Devemos impedir que seja mais destruída do que já esta, e com isso tentemos controlar os problemas que são acarretados por nossa própria culpa. Mas como podemos ajudar? A resposta para essa pergunta é simples e conhecida por todos: Fazendo a nossa parte! Se cada um fizer o que lhe cabe, além de prevenir a natureza, manteremos uma sociedade mais organizada e limpa. Fazendo o mínimo necessário para preservar a natureza, estamos ajudando ao próximo também e mais do que isso respeitando o próximo.

A parte de cada um:

Vamos ver como podemos fazer nossa parte para ajudar a preservar a natureza.

– Tudo se começa com a conscientização. Acho que já estamos todos conscientizados dos problemas que estamos passando por e dos que ainda estão por vir por causa dos maus tratos que cometemos com natureza no passado.

– Depois de conscientizados temos que educar. Isso mesmo educar a nós mesmo, às pessoas que vemos nas ruas cometendo atos que são prejudiciais a natureza e também devemos educar nossos jovens para que cresçam já com uma boa consciência. Educar quando mais novo é muito mais fácil do que depois de grande, quando a pessoa já tem péssimos hábitos.

Como Preservar a Natureza

– Com esses dois passos feitos podemos começar a melhorar o mundo. Afinal de contas não há dificuldade em separar o lixo para a coleta seletiva, jogar fora apenas o que pode mesmo ir para o lixo, já existem depósitos específicos para jogarmos pilhas e baterias, pois as mesmas contém material radioativo. Muitas lojas e mercados recolhem esse tipo de material para que possam ser levados aos depósitos específicos. Informe-se onde eles podem ser deixados.

– Compre uma sacola retornável no mercado. Essa nova lei pode ter sido incomoda para muitas pessoas, mas foi excelente para o meio ambiente. Mesmo assim, é bom comprar uma sacola, do contrário, cada vez que for ao mercado vai pegar uma caixa de papelão ou “sacolinhas” na parte das frutas. O primeiro passo foi dado pelas autoridades, agora vamos ajudar também, com R$2,00 reais compramos uma boa sacola retornável que vai durar por um bom tempo.

– Siga a política dos 3 R’s: “reduzir, reutilizar e reciclar” seguindo esse simples passo. O que for lixo pode vir a se tornar com outra utilidade. Se não pode ser reciclado, assim só o que tem mesmo que ir para o lixo é jogado fora.

– Não jogue lixo no chão, além de poluir a natureza, você deixa o local sujo e é desagradável para todos.

Essas dicas são muito fáceis de serem seguidas e fazem uma diferença enorme, basta se ponderar e logo todas passam a ser hábitos.

 

Fonte: Meio Ambiente – Cultura Mix | Planeta e Climas | Como Preservar a Natureza

UM MARAVILHOSO EXEMPLO DE AUTOSSUSTENTABILIDADE E DE CIDADANIA CONSCIENTE…

primipassi

Auroville – A incrível cidade onde os habitantes vivem sem dinheiro, política e religião – Um paraíso na terra

Por: semprequestione.com

Isso vai parecer como algo que aconteceu há muito tempo, mas na verdade, ainda existe. Este ainda é um lugar onde as pessoas que não seguem padrões habituais da vida moderna. Eles não têm dinheiro, religião ou política. É uma sociedade ideal, um paraíso para se viver.

Imagine um lugar onde nenhuma dessas coisas existem, onde todos vivem em paz. Há um tal lugar, e é chamado de Auroville. Auroville foi fundada em 1968. A UNESCO a chamou de uma “cidade internacional”, porque tem habitantes de mais de 50 nacionalidades e culturas diferentes. Não há tensões entre os habitantes, pois eles têm um sistema político, apesar de não ter religião e usar nenhum dinheiro. Eles subsistem com um sistema de troca. A localização de Auroville é sul da Índia, a apenas 150 quilômetros de Chennai, anteriormente conhecida como Madras.

Os edifícios em Auroville são construídos para implementar as energias renováveis. Seu foco é a reciclagem e reutilização. A arquitetura é experimental, e eles mudam constantemente. O fundador e designer de Auroville era Mirra Alfassa, também conhecida como “Mãe”. Alfassa acreditava, “Deve haver um lugar na Terra que nenhuma nação possa reivindicar como sua, onde todos os seres humanos de boa vontade que têm uma aspiração sincera poderiam viver livremente como cidadãos do mundo, obedecendo a uma única autoridade, a da suprema verdade.

Um lugar de paz, concórdia e harmonia, onde todos os instinto de luta no homem foram utilizados exclusivamente para superar a causa de seus sofrimentos e misérias, para superar suas fraquezas e ignorância, e para triunfar sobre suas limitações e deficiências. Um lugar onde o necessidades do espírito e do interesse de precedência progresso sobre a satisfação dos desejos e paixões ou a busca do prazer e gozo material “e, a partir dessa crença veio a esta cidade incrível.

É um modelo de uma eco-cidade sustentável. O método que eles utilizam, que é desenvolvido por multi-corte, combinam árvores de fruto, milharais e pomares, e está dividida em 15 fazendas, que atingem uma área de 160 hectares. Isso garante que eles têm abundância de alimentos para abastecer a população. Nestas fazendas trabalham 50 aldeões e 300 vizinhos, produzindo 2% de arroz e cereais consumidos e 50% de vegetais. A vila também é auto-suficiente em leite e produtos lácteos e frutas da estação.

A cidade é protegida pela UNESCO. É um olhar para a frente como a nossa vida será em poucos anos, quando os sinais do nosso mau trato da terra começam a tornar-se mais aparente. Saúde, tanto mental quanto física, é um dos princípios mais importantes da cidade, e fornece um exemplo desse modo de vida para os outros seguirem.
Parabenizamos a cidade para estas realizações e espero que tudo acabará por seguir o mesmo modelo de vida. É este o tipo de sociedade que você queria viver? Compartilhe com seus amigos e familiares, pois esse lugar é real.

2015 © Sempre Questione

Fonte: Auroville – A incrível cidade onde os habitantes vivem sem dinheiro, política e religião – Um paraíso na terra ~ Sempre Questione


Conheça a cidade que não tem políticos ou classes sociais

Por: revistagalileu.globo.com

Todas as decisões políticas da cidade são tomadas em comunidade (Foto: Divulgação)

Imagine viver num lugar em que a política é feita do povo e para o povo, em que não há religião oficial e o dinheiro é mero detalhe. Parece utopia, mas essa é uma boa descrição da comunidade indiana de Auroville.

Oficialmente reconhecida como cidade pelo governo da Índia e pela Unesco, Auroville foi fundada em 1968 pelo casal Sri Aurobindo e Mirra Alfassa, ele indiano e ela francesa. No dia da inauguração da comunidade, pessoas de todos os cantos do mundo levaram terra de seus países nativos para simbolizar a união de todas as nações.

Hoje, cerca de duas mil pessoas moram na cidade, quem tem capacidade de receber até 50 mil moradores. A maioria dos habitantes de Auroville é indiana, mas há gente da França, da Alemanha, de Israel, dos Estados Unidos, da Rússia e até do Brasil.

Faça o que tu queres

Completamente autossustentável, a cidade tem campos cultiváveis, pequenas fábricas, restaurantes, padarias, hospitais, escolas e cinemas, além de um pequeno jornal local, tudo alimentado por energia solar. E não há escassez de profissionais! Lá, moram arquitetos, cientistas, médicos e artistas de todos os tipos, de escritores e poetas a escultores e pintores.

Todos os moradores recebem um salário mensal de R$ 405, valor suficiente para os gastos médios e para guardar um pouquinho para qualquer emergência. Mesmo que alguém acumule muito dinheiro, tocando um negócio, não há muito o que comprar, evitando assim a criação de uma sociedade de classes. Carros? Não existem em Auroville. Os cidadãos se locomovem com suas bicicletas.

A política também depende da comunidade. Não existem prefeitos, governadores ou secretários em Auroville. Sempre que surge um problema, uma assembleia é convocada e os cidadãos da comunidade elegem um conselho que remediará o problema.

Também não há religião oficial. Os residentes em Auroville são livres para exercer seus rituais e acreditar no que quiserem, desde que não incomodem ou tentem pregar suas crenças aos concidadãos.

Qualquer um é bem-vindo em Auroville. Para morar lá, o interessado precisa apenas comprar uma casa. As residências não ultrapassam o preço de 3 mil dólares – cerca de R$12 mil. Caso o novato não tenha condições de comprar a casa, pode conversar com a comunidade e realizar trabalhos extras para abater o preço.

Todo mundo precisa ter um trabalho oficial na cidade, mas pode contribuir em outras funções e produzir sua própria arte, que é remunerada. Portanto, quando chega na cidade, o novo morador descreve suas aptidões e recebe sugestões de funções que pode exercer.

No primeiro ano que passa na cidade, o novato é observado e avaliado pela comunidade. Depois de uma ano, período que eles chamam de “estágio”, os cidadãos de Auroville decidem se a pessoa pode ou não permanecer entre eles. Caso o pedido seja negado, o valor investido na compra da casa é devolvido integralmente.

E aí, ficou com vontade de se mudar para Auroville? Confira algumas fotos da cidade:

No centro da cidade há o monumento Matrimandir, conhecido como espírito da cidade (Foto: Divulgação)

Geralmente, novos moradores vêm acompanhados de maridos e esposas (Foto: Divulgação)

Teatro de arena da cidade de Auroville (Foto: Divulgação)

Casas têm formato curioso (Foto: Divulgação)

Além de terem trabalhos formais, os moradores ajudam na manutenção da cidade, como no plantio de árvores (Foto: Divulgação)

Artistas são remunerados com um salário, assim como qualquer outro profissional, além de faturarem com a venda de suas obras (Foto: Divulgação)

Painéis solares garantem energia gratuita para toda a comunidade (Foto: Divulgação)

Auroville tem moradores de diversas idades e racionalidades (Foto: Divulgação)

Restaurantes recebem moradores e turistas (Foto: Divulgação)

Copyright © 2016 – Editora Globo S/A

Fonte: Conheça a cidade que não tem políticos ou classes sociais – Galileu | Sociedade